Galeria

O retrato

428798_416188815089637_485315905_n

“Jayne olhou para o canto do quarto e avistou o baú que havia guardado os pertences de Ian, foi até ele e lentamente o abriu. Olhou algumas coisas e pegou um porta retrato, levantou e foi para a frente da lareira onde era mais claro e poderia visualizar a foto melhor e passou os dedos na imagem.

Adorava aquela foto de Ian.

Ele estava sorridente e magnificamente lindo. Lembrou-se do dia em que o fotógrafo havia tirado a foto ao lado da Maria Fumaça e não tardou para as lágrimas castigarem seu rosto. Sentia saudade das gargalhadas, dos sorrisos de canto de boca, das suas covinhas nas bochechas quando ria, dos seus magníficos olhos que lhe dava aquele ar exótico e maravilhoso. Sentia falta de acariciar seus cabelos compridos; adorava quando eles caíam no seu rosto o deixando extremamente sexy. Sentia falta de tudo, cada parte dele. Sentia falta da sua voz que a deixava atordoada, dos seus carinhos, dos seus beijos, do seu corpo, sentia falta de amá-lo e ser amada. “…..

Cote do livro Paixões no Oeste – Volume II

 

***

Anúncios

Deixe seu comentário. Obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s